• Naruto Infinity ~



 
InícioAnime e Discussão do FórumPortalMapa NIFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 My chemical romance

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem

avatar

Bruswt Phantomhive


Mensagens Mensagens : 55
Ryous Ryous : 6358
Localização Localização : Amegakure

Estudante Da Academia
Estudante Da Academia


Ficha do Departamento Shinobi
HP:
90/90  (90/90)
Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina:
90/90  (90/90)

Ver perfil do usuário
MensagemAssunto: My chemical romance   Sex Jul 23, 2010 12:32 pm




MY CHEMICAL ROMANCE

País: Estados Unidos
Origem(ns): Nova Jérsei
Gênero(s): Rock alternativo
Período em atividade: 2001 - atualmente
Gravadora(s): Eyeball Records (2001–2003)
Reprise Records (desde 2003)
Warner Music
Website www.MyChemicalRomance.com

My Chemical Romance (geralmente abreviado para MCR, ou My Chemical) é uma banda de rock dos Estados Unidos formada em 2001 em Nova Jérsei.

Os integrantes são oriundos de Belleville e Kearny, Nova Jérsei, exceto pelo baterista Bob Bryar, que é de Chicago, Illinois. O nome da banda foi idéia do baixista Mikey Way, que retirou-o do livro "Ecstasy: Three Tales of Chemical Romance" de Irvine Welsh.

História

Primeiros anos (2001-2003)
A banda foi formada pelo vocalista Gerard Way e pelo ex-baterista Matt Pelissier. A primeira canção que eles escreveram foi Skylines and Turnstiles, escrita por Gerard, na qual ele fala sobre seus sentimentos sobre os Ataques terroristas de 11 de Setembro. Pouco tempo depois, Ray Toro, Mikey Way (irmão de Gerard) e Frank Iero se juntaram ao grupo.

Gravaram seu primeiro álbum em 2002, I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love, pela Eyeball Records. Após o lançamento do CD eles iniciaram turnês com bandas como The Used, Thrice e Taking Back Sunday.


Sucesso com Three Cheers for Sweet Revenge (2003-2006)
My Chemical Romance assinou um contrato com a gravadora Reprise Records em 2003 e começou a trabalhar em seu segundo álbum, Three Cheers for Sweet Revenge, lançado em 2004, e que rendeu ao grupo um disco de platina um ano depois. É considerado um álbum conceptual, uma continuação de uma das músicas do primeiro álbum da banda, Demolition Lovers, que conta a história de um casal fora-da-lei morto em um tiroteio. Ele acaba no Purgatório, e o único meio de chegar até ela é voltar a Terra e matar mil homens maus. Do álbum resultaram três singles, I'm Not Okay (I Promise), Helena e The Ghost of You.

Desde o lançamento, eles mostraram a importância do Vans Warped Tour, foram destaque do primeiro Taste of Chaos Tour e também abriram a apresentação de Green Day na turnê American Idiot. Em 2005 foram destaque do Vans Warped Tour 2005, e também de sua primeira turnê com o Alkaline Trio. My Chemical Romance e The Used trabalharam juntos em um cover de "Under Pressure", que foi lançada em impressões posteriores do álbum In Love and Death, do The Used. A canção foi gravada para um álbum que tinha como objetivo arrecadar fundos para ajudar as vítimas do Tsunami de 2004.


Mudanças com The Black Parade (2006)
Em 21 de Março 2006 a banda lançou o DVD Life on the Murder Scene, que inclui dois volumes sobre a história da banda e um álbum ao vivo. A obra foi adiada duas vezes, primeiro surgiram rumores de que seria lançado em 8 de Novembro de 2005 e foi adiado para 7 de Fevereiro de 2006, mas foi adiado novamente para a data em vigor atualmente. Ele contém aproximadamente 4h30min de informações sobre a banda, making offs, videoclipes e apresentações ao vivo, além de entrevistas com pessoas que tiveram contato com a banda, incluindo produtores, cantores de outras bandas e amigos, entre outros.

A banda também esteve trabalhando em seu terceiro álbum, intitulado The Black Parade, que foi lançado dia 24 de Outubro de 2006. A banda começou a gravar o álbum em 10 de Abril do mesmo ano, com Rob Cavallo (que produziu todos os álbuns da banda Green Day desde Dookie com exceção de Warning).[1] The Black Parade conta a história de um homem à beira da morte no hospital, morrendo de cancro (câncer) e recordando a sua vida, iniciando pela época em que era criança, quando o pai o levou em um desfile negro, mas dizem outras fontes também que foi ideia de Gerard que a morte ou ceifeiro da morte nos vinha buscar num desfile negro. O título seria também o alter-ego dos integrantes da banda.

Recentemente a banda já apresentou em concerto canções como Dead, I Don't love you e Cancer, entre outras. O novo single já está em rodagem pelas televisões do mundo fora. Welcome to the Black Parade foi retirado do novo álbum e introduz também o novo visual da banda representando os seus alter-egos. A canção já foi inclusive apresentada no pré-espetáculo do VMA 2006. No videoclipe da canção, o vocalista Gerard Way tingiu o seu cabelo preto de branco/loiro e o encurtou. O baixista Mikey tirou os óculos. Começou também o Skeleton Crew, um coro de pessoas vestidas de esqueleto que acompanham a banda na sua parada negra. A banda também editou o seu disco em vinil com os B-sides, como "Famous Last Words" e "Welcome to the Black Parade" em versão Live e "Heaven Help Us", "Kill All Your Friends" e My Way Home Is Through You".


Disputas sobre gêneros e influências da banda
Os integrantes da banda citam que inspiram-se em filmes, especialmente os de terror, para compor e para apresentar-se ao vivo. Possuem algumas influências como Thursday, The Smiths, The Cure e The Misfits[2]. O estilo musical da banda é muito debatido, mas de modo geral são misturados elementos de vários estilos, como rock alternativo, post-hardcore, rock e punk rock.[3]. O metal, às vezes, também é citado.

Existe muita polêmica, por exemplo, sobre o uso do termo Emo para descrever o estilo adotado pela banda. Para os fãs, esta classificação é equivocada e não corresponde com as características das letras e do estilo musical da banda. Até mesmo a banda, rejeita totalmente o uso do termo para descreve-los.


Integrantes

Formação atual:

Gerard Way — vocal
Mikey Way — baixo
Frank Iero — guitarra
Ray Toro — guitarra
Bob Bryar — bateria
James Dewees — teclado (Novo integrante oficial, sem participação em entrevistas e photoshots.)

Ex-integrantes

Matt Pelissier — bateria

Discografia

Álbuns de estúdio
2002 - I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love (23 de Julho de 2002)
2004 - Three Cheers for Sweet Revenge (8 de Junho de 2004)
2006 - The Black Parade (23 de Outubro de 2006)

Ao vivo

2006 - Life on the Murder Scene (21 de Março de 2006)

EPs
2002 - Like Phantoms, Forever
2005 - Warped Tour Bootleg Series
2007 - Live and Rare (19 de Dezembro de 2007)

DVD
2006 - Life on the Murder Scene (21 de Março de 2006, Reprise Records/WEA)


Outros

A banda produziu inúmeros singles que não estão incluídos em nenhum outro álbum de estúdio:

"All I Want For Christmas Is You" (cover de Mariah Carey, do CD Merry Christmas)
"Astro Zombies" (cover de Misfits, Tony Hawk's American Wasteland)
"Jack the Ripper" (cover de Morrissey)
"Song 2" (cover de Blur)
"Bury Me In Black" (Life In The Murder Scene)
"Desert Song" (Life In The Murder Scene)
"Under Pressure" com The Used (cover de David Bowie e Queen)
"Heaven Help Us" (Lado B de Welcome To The Black Parade)
"My Way Home is Through you" (Lado B de Famous Last Words)
"Kill All your friends" (Lado B de Famous Last Words)
"Kill the Music" (Música da banda Every Time I Die com participação de Gerard Way)
"In Defense Of The Genre" (Música da banda Say Anything com participação de Gerard Way)
"Little Red Riding Hood" (Música de apenas alguns segundos em que Gerard Way parece estar inteiramente bêbado)
"Barnabus Collins Has More Skeletons in His Closet Than Vincent Price" (Música da banda Oval Portrait com participação de Gerard Way)
"Can't You Do Anything For Me" (Música da banda Oval Portrait com participação de Gerard Way)
"From My Cold Dead Hands" (Música da banda Oval Portrait com participação de Gerard Way)
"Graduation Day" (Música da banda Head Automatica com participação de Gerard Way)
"The Devil In Mexico" (Música da banda Murder By Death com participação de Gerard Way)
"Umbrella" (cover de Rihanna, cantado num show, sem instrumental, apenas a voz de Gerard Way)
"Home Sweet Home" (cover de Mötley Crüe, cantado num show, voz de Gerard Way com uma pequena participação da voz de James Dewees)
"Desolation" (cover de Bob Dylan, cantado num show)

Videografia

Canção Lançamento Gravadora Diretor
"Honey, This Mirror Isn't Big Enough for the Two of Us" 2003 Eyeball Records Marc Debiak
"Vampires Will Never Hurt You" 2003 Eyeball Records Marc Debiak
"I'm Not Okay (I Promise)" 2004 Warner Music Greg Kaplan
"I'm Not Okay (I Promise)" 2004 Warner Music Marc Webb
"Helena" 2005 Warner Music Marc Webb
"The Ghost of You" 2005 Warner Music Marc Webb
"Welcome to the Black Parade" 2006 Warner Music Samuel Bayer
"Famous Last Words" 2006 Warner Music Samuel Bayer
"I Don't Love You" 2007 Warner Music Marc Webb
"Teenagers"


i don't Love you:



Helena:



The ghost's of you:

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

My chemical romance

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
• Naruto Infinity ~ :: Anime/Mangá/Discussão :: Off-Topic :: Bandas/Música-